Relacionamento

Quando uma mulher faz essas 6 coisas, o homem pediu o divórcio


Existem problemas que continuam a aparecer de novo e de novo. Não seria bom conhecer os sinais de um divórcio para que você possa descobrir onde realmente concentrar os esforços e dar ao casamento a melhor chance de sobrevivência?

Aqui estão 6 erros de casamento que levam ao divórcio e o que você pode fazer para evitá-los.

Você fala com seus amigos sobre o que seu marido está fazendo.

Amigos ficam chateados sabendo que seus amigos estão sendo intimidados. Eles tentam ajudar de todas as maneiras possíveis e muitas vezes acontece que eles vão longe demais. É por isso que falar de homens com amigos geralmente leva, antes, à convicção de seu marido do que a ajudar.

Solução: Limite a conversa sobre seus problemas conjugais. Fale sobre eles com no máximo duas pessoas do círculo interno.

Você acha que falar sobre problemas com seu marido é a resposta.

Muitas vezes, uma mulher pensa que conversar com o marido é uma maneira de explicar e fazê-lo entender como seu comportamento a afeta. Se nada muda quando levantamos este ou aquele problema pela primeira vez, então as mulheres começam a falar mais, mais, mais alto e com mais frequência, porque acham que podem não ter sido ouvidas pela primeira vez.

Uma conversa educada, amável e agradável, que as mulheres tentam seguir, muitas vezes se torna um manipulador indireto e um enigma para um homem. As mulheres muitas vezes chegam à conclusão de que o marido não se importa, porque ele não muda depois da conversa.

Solução: aprenda habilidades de comunicação projetadas especificamente para comunicação com homens e passe mais tempo conversando com o positivo e em uma atmosfera agradável e amigável.

Você acredita que sua felicidade depende da mudança do marido

Estudos mostram que a felicidade aumenta quando o marido muda para melhor, mas essa mudança acontece com a esposa. Por outro lado, as mulheres que se concentram em se tornar quem querem ser, e não em como fazer o marido mudar, ficaram mais felizes no futuro.

Solução: concentre-se em se tornar melhor.

Você e seu marido vivem uma vida paralela.

A vida paralela com o marido é um declive escorregadio para o fracasso. Os laços do casamento florescem devido ao interesse mútuo, a busca de objetivos comuns e o tempo gasto um com o outro. Os casais que tentam se reunir depois que os filhos saem de casa muitas vezes percebem que não se conhecem mais.

Solução: reserve um tempo para descobrir o que é importante para o seu marido e diga-lhe o que é importante para você.

Você se concentra negativamente no que está errado.

Um dos cenários mais difíceis é um casal em que uma ou ambas as pessoas estão presas olhando uma para a outra através de uma lente negativa, esperando o pior. Nosso cérebro faz um trabalho maravilhoso: sabendo o que esperamos ver, tendemos a ver o marido apenas da maneira que ele faz tudo errado. Além disso, começamos a tratar qualquer uma de suas ações de forma agressiva e negativa.

Solução: Equilibre seus desejos com uma perspectiva positiva.

Você diz estas palavras mortais: "Eu mereço ..."

Esta frase deve ser excluída do seu vocabulário. A mentalidade que acompanha o uso dessas palavras inclui uma forma de lei que mata a suavidade necessária para que um casal cuide um do outro.

Dizer “eu mereço” é uma exigência em sua essência, uma reprovação, e difere de uma consciência interna de que você vale mais e tem as habilidades de comunicação necessárias para pedir mais. Sabendo o que você vale, você deve inspirar seu marido.

Solução: entenda o que é importante para você em um relacionamento e saiba como solicitá-lo corretamente.