Relacionamento

10 regras inesperadas para um segundo casamento bem sucedido


Enquanto muitos vêem o novo casamento como uma segunda chance para a felicidade, as estatísticas contam uma história diferente. Segundo estudos, a taxa de divórcio durante o segundo casamento nos Estados Unidos é mais de 60%, e durante o primeiro - 50%.

Por que os recasamentos falham com mais frequência?

Uma explicação é a família “mista” - quando as crianças do primeiro casamento devem interagir com os novos pais. Mas há muitas outras dificuldades e estressores que surgem durante o novo casamento. Para lidar com eles, siga estas três regras.

Todo mundo tem bagagem

Quando as pessoas se casam novamente, muitas vezes transferem hábitos e problemas de relacionamento não saudáveis ​​do primeiro casamento para elas, o que pode ser ruim para um novo relacionamento. Por exemplo, se o seu ex-marido mudou você, você pode não ter certeza do seu novo parceiro e suspeitar dele, mesmo que ele não dê razão.

Não tenha medo de ser vulnerável

O medo de se abrir para uma pessoa para não ser vulnerável pode se tornar uma verdadeira pedra de tropeço em um segundo casamento. O fato de você não expressar seus sentimentos, pensamentos e desejos mais íntimos pode, na verdade, pôr em risco os relacionamentos, porque você perde a confiança e a intimidade com seu parceiro.

Se você é vulnerável ao seu parceiro, pode se sentir indefeso, mas esse é o componente mais importante dos relacionamentos íntimos e de confiança. Em The Great Daring, o escritor Brané Brown define a vulnerabilidade como "incerteza, risco e impacto emocional". Segue-se desta definição que amar alguém significa assumir muitos riscos. Outro especialista, John Gottman, no livro “O que faz o amor continuar?” Escreve que “a vida se torna muito melhor para aqueles que encontram a coragem de confiar nos outros”.

Construa expectativas realistas

Perceba que no novo casamento ambos os altos e baixos são inevitáveis. Novo amor é um sentimento maravilhoso, mas não compensa a dor do divórcio e não restaura o status anterior da família. De acordo com a especialista em família, Maggie Scarfe, “o novo casamento apresenta aos casais uma série de problemas imprevistos, como problemas de lealdade, o colapso das tarefas dos pais e a unificação de diferentes tradições familiares”.

A comunicação interpessoal é uma questão fundamental para o novo casamento. Isto é especialmente verdadeiro quando se trata de finanças, como disciplinar crianças e rivalidade entre os membros da família.

Abaixo você encontrará dez regras eficazes sobre como fazer seu segundo casamento funcionar.

Construa uma cultura de valorização, respeito e tolerância

Escritor Kyle Benson diz: “Para qualquer oportunidade, diga ao seu parceiro que você os valoriza. A ideia é perceber tudo o que seu parceiro está fazendo certo e dizer "obrigado" por isso.

Treine para ficar vulnerável em etapas.

Tente trabalhar em ser mais aberto com seu homem. Discutir questões menores, como agenda e refeições, é uma ótima maneira de começar a fazer isso. Então você pode abordar questões mais importantes, como disciplinar crianças ou administrar finanças.

Crie um ambiente descontraído para interagir com o seu homem.

No livro Os sete princípios para fazer um trabalho matrimonial, o escritor Gottman nos incita a responder aos pedidos do nosso parceiro, mostrando atenção, carinho e apoio. Pode ser algo insignificante, por exemplo, um pedido "por favor, faça uma salada" ou um pedido mais importante quando você pode apoiar o seu homem.

Discuta suas expectativas para evitar mal-entendidos.

Arrisque-se e não tenha medo de ficar desapontado, em vez de se enganar e se desligar da realidade. No livro As Regras do Casamento, Harriet Lerner argumenta que esclarecer os relacionamentos pode realmente ter um efeito positivo. O autor escreve que o casal "pode ​​sobreviver ao conflito e até aprender com ele".

Esteja preparado para o conflito

Entenda que o conflito não significa o fim do seu casamento. O estudo do Dr. John Gottman mostrou que o conflito é inevitável em qualquer relacionamento, e quase 70% dos problemas do casamento permanecem sem solução. Apesar disso, o conflito pode ser resolvido com sucesso e o casamento pode florescer! A especialista Stephanie Maynes recomenda fazer uma pequena pausa se você se sentir deprimido para restaurar uma comunicação positiva com seu parceiro.

Comunique-se efetivamente

Ouça os pedidos do seu parceiro e peça esclarecimentos sobre os pontos que eram incompreensíveis para você. Para que seus argumentos não adquiram um tom acusatório, proceda do que você sentiu, e não do que seu homem fez de errado. Por exemplo, diga isto: "Doeu quando você comprou um carro sem discutir comigo".

Aceite seu papel como madrasta

O papel da madrasta é o papel de um amigo adulto, mentor e apoiador, e não o diretor. Aprenda novas estratégias e compartilhe suas ideias com seu homem. Não espere um filho de amor instantâneo por você. É claro que, quando você sente que os filhos de seu homem não o apreciam ou o trata desrespeitosamente, é difícil para você se comunicar com eles, e isso causa estresse na família. Tente trabalhar nisso para mudar a situação para melhor.

Sintonize seu homem

Demonstre sua intenção de ouvir e comprometer. Praticar o que o especialista John Gottman chama de “afinação emocional” durante um feriado conjunto com um homem pode ajudá-lo a manter uma conexão emocional com ele, apesar de possíveis divergências. Significa "virar" um para o outro e mostrar compreensão, não "virar as costas". Um estudo de 40 anos de Gottman mostrou que para casais felizes a proporção de interações durante um conflito é de 5: 1 - isto é, para cada interação negativa você precisa de cinco positivos.

Definir diálogo aberto

Não ameace e não coloque ultimatos. Não diga coisas que você se arrepende depois. Por exemplo, o financiamento é um dos tópicos mais comuns em que os casais discutem - e a total abertura neste assunto é a chave para o sucesso de um casamento.

Aprenda a perdoar

Aceite que todos tenham falhas. O perdão não é o mesmo que justificar o dano causado a você. Mas o perdão permitirá que você siga em frente e lembre-se de que você e seu homem estão no mesmo time.

Assista ao vídeo: Mais de 30 Fatos Que Mostram Como os Gatos Sao Melhores Que os Seres Humanos (Pode 2019).