Relacionamento

Você tem o marido que você merece


Às vezes, é surpreendente como é semelhante um homem e uma mulher em um relacionamento. Não externamente, mas internamente: por tipo espiritual, traços de caráter, emoções. Há uma opinião de que numa aliança ideal os parceiros são polares como um plus e um menos, mas no final atraem um ao outro.

Nós nos apressamos em desapontá-lo ou, ao contrário, em agradar: qualquer tandem é uma projeção de duas pessoas uma da outra. O que você é, assim será o seu amado, quer você goste ou não. Isso é inerente a nós por natureza e mecanismos psicológicos que nos permitem ler e adotar o estado interior de outras pessoas.

Procure por causas em sua infância

Lembre-se da relação em que uma mulher constantemente ataca o mesmo libertino, como se atraísse magneticamente homens "maus" - alcoólatras, tiranos, gigolôs e traidores. Geralmente, todo mundo lamenta e a chama de idiota nas costas, mas na realidade essa mulher tem qualidades inerentes a todos os tipos acima, que não se manifestam tão brilhantemente como nos homens, mas a dominam.

Como regra, tudo isso vem da infância, quando adotamos o modelo de relacionamento e estilo de vida de nossos pais. Acontece que a garota aparentemente inteligente e modesta procura por si mesma alguém que irá projetar seu estado interior.

Nós aprendemos uns com os outros

Os participantes do relacionamento sempre aprendem uns com os outros e adotam o comportamento e aprendem tanto o bem quanto o mal. Se o seu homem é um tirano, pense: você não é portador de agressão interna, mas ele continua sua linha de conduta? Se o seu parceiro é mesquinho, muito provavelmente você é mesquinho em alguma área da sua vida: pode ser emoções, sentimentos e dedicação.

Aquele que está ao nosso lado nos aponta para nossos lados negativos, que muitas vezes teimosamente não queremos notar. Como se costuma dizer, antes de culpar o outro, tente se entender, e isso é verdade. Afinal de contas, uma pessoa próxima, que nos é revelada pelo destino, entra em nossa vida para ensinar algo, para ajudar a olhar para muitas coisas de uma maneira diferente e deixar uma experiência inestimável, mesmo que seja dolorosa.