Relacionamento

3 opções para desenvolver relacionamentos com um homem casado


Você não pode comandar um coração - esta é uma verdade há muito conhecida. Muitas vezes na vida acontece que você inconscientemente se apaixona por um homem, de modo que a cabeça pára de funcionar e os pensamentos sensíveis desaparecem em um instante. O principal problema é que ele é casado. O que fazer, como ser e se deve continuar tal relacionamento? Existem várias opções para o desenvolvimento de eventos.

1. A variante mais comum é que ele te ama, ele não ama sua alma, e sua própria esposa há muito tempo se torna desinteressante para ele, chato e não causa nenhum sentimento. E então ele habilmente começa a pendurar macarrão nas orelhas, o que certamente irá se divorciar dela, você só tem que esperar um pouco, porque eles têm filhos pequenos, uma adição rápida à família, uma hipoteca e mil outras razões. Mas tudo será resolvido, basta um pouco de paciência. Esse “pouquinho” pode durar anos - o amante espera e acredita, e o homem, em princípio, nunca deixaria a família, pois ele é perfeitamente adequado para viver em duas frentes. Há um caminho para sair de tal situação - não para tornar o "homem de família" o significado da sua vida e, sobriamente, para a situação, então não será tão doloroso.

2. Outra história de vida - quando uma mulher e um homem casado se tornam apenas amantes, sabendo muito bem e decidindo antecipadamente o que eles querem deste relacionamento. E eles conseguem - sexo, prazer, novas impressões, passatempos agradáveis. As mulheres em tal papel, por via de regra, são realistas e perfeitamente entendem o que significa destruir uma família, e por isso não tentam fazê-lo. Todo mundo consegue o que quer e vive para seu próprio prazer.

3. A terceira opção é a mais perigosa e destrutiva de todas. Há um vampiro ou cadela aqui, você pode ligar para ela como quiser, que fará tudo para acabar com a família e levar o homem embora. Ela vai assediar sua esposa, não vai ter pena dos filhos, por todos os meios ela vai travar uma guerra suja, a fim de ganhar. Mas quando ela recebe seu troféu, não se sabe o que vem pela frente, porque, como você sabe, você não vai construir a felicidade na tristeza de outra pessoa.